Em Orlando em um dia de céu aberto, são escritas mensagens nos céus da cidade que os pilotos costumam chamar de “cartas de Deus para seus filhos”. Geralmente, são frases curtas, como “Jesus Saves” (Jesus Salva), Trust Jesus (Confie em Jesus), God Forgives (Deus Perdoa).

O avião amarelo de pulverização agrícola é chamado de “Holy Smoke” (Fumaça Santa) e dois pilotos revezam a tarefa de levar o nome de Deus para milhares de pessoas, geralmente na região dos parques temáticos.
O piloto aposentado Jerry Stevens começou o seu ministério há 12 anos, enquanto morava em Boca Raton. E hoje, com a ajuda de outro piloto, possui dois aviões “Holy Smoke”, um com base em Orlando e outro em Fort Lauderdale.
Segundo a jornalista Laura Figueroa do The Miami Herald, as mensagens são escritas a 10.000 pés de altura e podem ser vistas a cerca de 60km de distância, e os pilotos preferem ficar anônimos, longe da imprensa, pois afirmam que o propósito é que Deus seja exaltado, e não eles, e afirmam que eles são apenas a “caneta” para Deus propagar sua mensagem. Stevens pediu a Deus uma maneira de ser usado para a Sua Glória, e enquanto estava na igreja, escutou o acorde de uma música que falava “And fill the skies with His praises.” (E encham os céus com os Seus louvores) e teve a ideia para este ministério.
Grande parte da verba destinada ao projeto vem de Don Campion, presidente do Banyan Air Service, que permite que o avião use o hangar e também contribui com a gasolina, que pode custar bastante, já que cada voo usa cerca de 51 galões de combustível, o que custaria em media US$300.
Cada letra tem cerca de quase um quilômetro de altura, e cada volta precisa ser extremamente precisa, já que o avião voa a uma velocidade de 200 km/h. Mas para Stevens, nada é impossível quando Deus está no controle!
O vídeo abaixo mostra um pouco de como são feitas as mensagens escritas no céu, com o plano de voo: