Número de brasileiros barrados nos EUA é recorde

0
69

O serviço americano de Alfândega e Proteção de Fronteiras já barrou 47.484 brasileiros entre outubro de 2020 e o começo deste mês tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos.

É um recorde, com alta de 419% comparado ao mesmo período do ano anterior. A reportagem é do jornal Valor Econômico.

O fluxo de brasileiros interceptados atingiu um ritmo sem precedentes em agosto: foram 9.231, comparado a 81 no mesmo mês do ano passado – e mais que o total de outubro de 2019 a agosto de 2020. A grande maioria tentou passar pela fronteira entre o México e os EUA.

Essa situação chamou mais atenção nesta semana com a morte da técnica de enfermagem Lenilda Oliveira dos Santos, de 49 anos, durante a travessia do México para os EUA, em meio ao cansaço, sede e frustração.

Como o Valor publicou recentemente, nunca teve tanto brasileiro tentando entrar nos EUA como agora.

E quando são barrados e mandados de volta ao Brasil, ao descer do avião, o passo seguinte de parte deles é tentar sair de novo para o exterior. Muitos vendem tudo que têm, pagam cerca de US$ 12 mil para um agenciador ajudá-los a passar a fronteira no México, num tráfico cada vez mais violento e controlado por máfias.

No geral, o número de brasileiros morando legalmente no exterior bate recorde. Cresceu 35% entre 2010-2020, passando de 3.122.813 para 4.215.800, segundo o mais recente levantamento do Itamaraty. Mas a cifra pode ser na verdade mais do dobro do que aparece nas estimativas oficiais. (…)

A diferença agora é que são famílias inteiras que partem, sem planos de voltar tão cedo ao Brasil.